Moçoilas

... os cantos do Sul, nas vozes das mulheres que regressam com a Primavera, com o Inverno à volta do braseiro ou com o estio do Verão. Regressam sempre. São mulheres e dão vozes a uma serra onde o canto sempre foi muito mais feminino. Com elas continua, e agora de uma forma ainda mais meticulosa, a enorme necessidade de recuperar o canto do Algarve, esquecido ou escondido no tempo…

O som emergente renasce da necessidade de se continuar a fazer ouvir e afirmar as sonoridades de base, da raiz, da terra. O público seguidor destas canções ao sul, deste grito soltado para fora, mantém-se ligado porque também nele surge a sensibilidade daquilo que pode ser tangencial com a identidade ou com a curiosidade da região que o acolhe.

 Elas trazem a alma dos cantos da serra – e dos cantos da terra, e de muitos outros temas inspirados aí, nos seus tons, nos seus sons e cheiros, na sua voz para fora que ecoa e se transporta. Moçoilas é uma atitude, é uma alma, sentida de dentro, manifestamente afirmativa, alegre e feminina. É um canto solto com harmonias doces, duras e simples.

A responsabilidade de assegurar este espaço/tempo musical e cultural – que tem sido manuseado e cuidado ao longo do tempo por Mulheres que se assumiram Moçoilas e nele deixaram um pouco de si para a continuidade deste projeto – é agora de Inês Rosa, Margarida Guerreiro e Teresa Silva.

Este trio de mulheres repega muitos dos antigos temas e enriquece-os com a sua energia própria, modificando uns, apropriando-se de outros e preparando caminho para novas melodias, novas canções. 

Este terceiro ciclo elíptico reequaciona e portanto reconstrói e faz evoluir este grupo para uma outra dimensão que é simultaneamente uma mesma e diferente sonoridade. Estas Mulheres transportam dos seus percursos individuais e dos seus contrastes as tonalidades musicais e as cumplicidades que fazem soar uma harmonia enlaçada.

Reinterpretando muitos dos antigos temas e enriquecendo-os com a sua própria energia, modificando uns, apropriando-se de outros e preparando caminho para novas melodias e novas canções, o grupo Moçoilas está de parabéns, comemorando 25 anos de uma prestigiada e longa carreira, repleta de aventuras, sucessos, experiências e partilha de memórias. E nada melhor do que celebrar esta data com o lançamento de um novo álbum, que dá pelo nome de “Atão, Porque Não?”

Regressando à Serra Mãe deste projeto, este álbum reata vivências, traz à luz as vozes das mulheres desta serra e reacende memórias de outros tempos. Tempos de vivências pesadas, mas agora reavivados sob a forma de novas e alegres sonoridades, que não esquecem os desalentos da vida, mas que os transformam no reflexo de uma força e tenacidade, próprias das mulheres do Sul.

O som emergente renasce da necessidade de se continuar a fazer ouvir e afirmar as sonoridades de base, da raiz, da terra e de uma cassete desencantada no fundo de um baú, onde se descobriram sons e cantares recolhidos nos anos 90, nas localidades de Currais e Cachopo. Um mix criativo, onde o tradicional e o moderno se unem pela voz das Moçoilas, acrescentando outras cantigas que têm acompanhado o grupo, mas ainda não editadas, e outras novas, eternizando alma dos cantos da serra. 

iTunes: https://music.apple.com/pt/album/at%C3%A3o-porque-n%C3%A3o/1461829576

Spotify: https://open.spotify.com/album/7yqN1rvE6KkxmXWjcdcb0d

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC8tyc8CvWnVSbL9IWX-9viA/featured

 

Galeria de Imagens

Voltar

Newsletter
Subscreva a nossa Newsletter e fique a par de todas as novidades!