Kel Assouf

Em 2006, Anana Harouna chegou a Bruxelas após um longo exílio e criou uma nova banda: Kel Assouf. Desde então, explorou vários estilos e fórmulas, reunindo músicos de países africanos e europeus. A banda gravou dois álbuns com a Igloo Records: duas histórias completamente diferentes, de um estilo mais tradicional ao deep rock. Com um pé no deserto e outro na Europa, Anana Harouna canta sobre o Saara, o Níger e Bruxelas. As melodias e ritmos são diretamente inspirados pela música berbere e as frases curtas, colocadas em escalas e ritmos da música tradicional keltamasheq, fazem lembrar a concisão do haiku japonês.

 O TRIO

Acompanhado por um trio minimalista e poderoso, composto por Sofyann Ben Youssef no órgão e no Moog SUB 37, e Olivier Penu na bateria, a revolta de Anana Harouna contra as injustiças é interpretada pela voz saturada da sua guitarra. Os ritmos africanos de transe misturam-se com a energia do rock e levam-nos diretamente para uma pista de dança, alugures entre Londres e Niamey - uma poderosa máquina de groove!

O SOLO

E há mais uma coisa que Anana adora: compartilhar os seus poemas com seus fãs durante as sessões de streaming ao vivo nas redes sociais, não precisando mais do que da sua voz e da sua guitarra  para expressar a sua mensagem de paz e respeito.

 

Galeria de Imagens

Voltar

Newsletter
Subscreva a nossa Newsletter e fique a par de todas as novidades!