Azinhaga

Azinhaga é uma aventura musical que propõe um cancioneiro original, bem-disposto e em português, que quer falar da vida sem se levar demasiado a sério. Apresenta uma sonoridade acústica, com denominação do Algarve e uma influência eclética que vai da música tradicional portuguesa aos seus renovadores, da música popular brasileira à canção francesa, passando também pela poética anglo-saxónica da música independente. Tem uma musicalidade de largos espectros, profunda, mas translúcida, e excelentes notas de chocolate, whisky e cigarros. No ouvido, harmonias típicas do cancioneiro tradicional, reinventado com complexidade e frescura, numa acidez e humor bem controlados. Termina num final feliz, com longa persistência. De grande versatilidade, acompanha bem tanto momentos de introspeção misantrópica como de verdadeira folia coletiva.

O nome de um projeto musical, ou de outra qualquer natureza, pretende assimilar alquimicamente as suas motivações e propostas estéticas numa única expressão. É uma tarefa quase impossível frente a polissemia das palavras. Para isso, torna-se necessário, depois de alguns copos e cigarros, reinventá-las. Esta é a nossa proposta para uma nova dicionarização de Azinhaga:

 Azinhaga s.f. (Etm. do árabe: az-zinaiqâ)

1. Denominação de trilho ou caminho rústico e estreito aberto entre muros, paredes, valas ou vedações.

2. Aventura que propõe dar a conhecer um cancioneiro bem-disposto e em português, que quer falar da vida sem se levar demasiado a sério.

3. Projeto musical de Luís Correia Carmelo (voz, ukulele, guitarra acústica e concertina), que reúne Paulo Matos (contrabaixo) e Paulo Franco (bateria e percussão).

Galeria de Imagens

Voltar

Newsletter
Subscreva a nossa Newsletter e fique a par de todas as novidades!